Os autores deste jornal virtual cumprimentam todos os que passam os olhos pelos assuntos destas páginas.
Quinta-feira, 22 de Fevereiro de 2007
Faz hoje 20 anos que faleceu Zeca Afonso

    Zeca Afonso faleceu há vinte anos. Ouvir a sua voz, entender a sua música de intervenção, compreender os seus poemas, enfim, conhecer o combatente é indispensável. Houve um 25 de Abril em 1974, é certo. Isso todos o sabem. Nem todos conhecerão, contudo, a obra e o contexto em que ela se produzia, de pensadores como José Afonso e muitos outros. Enquanto os mais novos deveriam conhecer melhor a História Contemporânea, os mais velhos, como eu, cumprem o seu dever a assinalar efemérides como esta.

ASSOCIAÇÃO JOSÉ AFONSO

Saudações revolucionárias do Francisco.

Sinto-me: Revoltado
Música: 'Vampiros' ZECA AFONSO
Marcadores:

Publicado por caminheiro1 às 23:28
link do artigo | Comentar | Ver comentários (2) | Adicionar aos favoritos
|

Dia Europeu da Vítima do Crime

DIA EUROPEU DA VÍTIMA DO CRIME

        Não direi que se comemora hoje esta efeméride. Prefiro dizer que se dedica o dia de hoje a reflectir sobre este assunto.

A P A V

        Saudações pacíficas do Francisco.


Sinto-me: Romântico
Música: 'Quando eu te falei de amor' ANDRÉ SARDET
Marcadores:

Publicado por caminheiro1 às 23:21
link do artigo | Comentar | Adicionar aos favoritos
|

Segunda-feira, 19 de Fevereiro de 2007
Que bom que era... não foi!?!?

Com a devida vénia do blog "Nortadas" e com o título em epígrafe vou aqui mostrar-vos a situação do nosso país quanto ao crescimento económico. Não é nada de novo, pois a imprensa já fez eco mas é sempre bom olhar para estes números, reparem:

Média de crescimento na UE......... 3%

Espanha.............................................. 3,8%

Eslováquia........................................... 8,1%

Portugal................................. 1,2%

Agora façam os vossos comentários mentalmente ou explícitos. Precisamos de mais um 25 de Abril? Bem, mas naquela altura os militares encontraram graveto nos cofres apesar de pouco tempo antes Marcelo Caetano nas conversas em família ter dito que estavamos no tempo das vacas magras. Lembram-se os mais maduros?

 Sejam felizes, antonio


Sinto-me: pensativo

Publicado por antonioduvidas às 15:23
link do artigo | Comentar | Ver comentários (2) | Adicionar aos favoritos
|

Concurso de Professores

 

Desde o início deste período lectivo as substituições de professores passaram a ser feitas através de concurso aberto pelos Conselhos Executivos das Escolas ou Agrupamentos uma vez que acabaram as colocações cíclicas. O trabalho burocrático para as escolas aumentou imenso pois, por vezes, surgem várias centenas de candidatos para uma vaga a concurso.

Não seria este trabalho mais eficaz com a máquina do ME já oleada? Será que num país onde quem "não tem conhecimentos" não passa da capa torta não estaremos sujeitos a arbitariedades? A propósito sugiro a alitura de http://escola-da-setora.blogspot.com/2007/02/concursos-faz-de-conta.html e http://educar.wordpress.com/2007/02/13/para-o-abismo-e-depressinha-por-favor

 

 

 

 

 


Sinto-me: baralhado


Sábado, 17 de Fevereiro de 2007
Pelo Tua

Aqui há uns anos quando era prof. fiz, com uns amigalhaços de profissão, por duas vezes, a viagem pela linha do Tua. Iamos aqui do Porto na linha do Douro até à estação do Tua e aí apanhavamos a via estreita - linha do Tua. Da primeira vez ainda o comboio chegava a Bragança, ficamos por Romeu. Na segunda fomos até Mirandela terminus da linha. Era ainda o comboio - máquina a diesel que puxava uma carruagem que fazia as delícias sobre a vista soberba ao longo do rio. Podíamos, podiam os turistas, caçar as melhores imagens através das janelas que se podiam abrir. Aqui não havia tempo para ler o jornal como numa viajem Porto-Lisboa, mas antes sem perder pitada, observar a paisagem. Agora temos sobre carris um autocarro, dão-lhe o nome de metro, com a modernidade do ar condicionado mas redutor no pitoresco.

Franc. que também andou pela linha do Douro, mas não passou pelo local do crime, sabe bem do bucolismo destas linhas férreas. Atempadamente fiz-lhe ver a espectacularidade da linha do Tua, agora posta ao conhecimento, por razões trágicas, de todo o país.

Antes deste acidente acontecer tinha já programado com um bacano que fez comigo a guerra colonial percorrer mais uma vez esta espectacular linha lá para a Primavera. Espero que os nossos desejos se realizem e que este grave descarrilamento não seja motivo para a  fechar, antes melhorá-la e assim homenagear os nossos antepassados que há 120 anos cavaram a pá, picareta, dinamite e muita força humana a escarpa em toda a extensão da linha.

PS: A chegada do comboio, há 120 anos, a Trás-os-Montes foi um acontecimento que nós hoje à distância não sabemos compreender. Ainda não havia meios rodoviários - o primeiro automóvel entrou em Portugal em 1895. As pessoas andavam horas a pé para apanharem o comboio na estação mais próxima e assim chegarem à civilização urbana - Porto ou Lisboa.

    Sejam felizes, antonio


Sinto-me: emotivo
Música: "Apita o comboio"

Publicado por antonioduvidas às 18:45
link do artigo | Comentar | Ver comentários (6) | Adicionar aos favoritos
|

Quinta-feira, 15 de Fevereiro de 2007
O Rei vai nu

Há dias vi no JN uma notícia do género "Av. dos Aliados vai ser salão de baile". E no desenvolvimento da mesma dizia-se que iam ser montados carrossel, insufláveis, barracas de pipocas e quejandos. Como é sabido há uma chispação entre o JN (e também do Público e P.J.) e R. Rio, pensei que fosse uma notícia tendenciosa, longe de mim pensar na veracidade da mesma que só peca por defeito.

Franc. alertou-me que passou pelos Aliados, creio que de cu tremido, e que observou a instalação da brincadeira.  Vai lá e fotografa, diz-me ele. Não é tarde nem é cedo, chovia que Deus a dava, meti pés a caminho, boné de pala dos chinocas, guarda-chuva também podia ser  mas não, é artigo nacional, digital pronta a disparar e aí vou eu ao terreno registar esta palhaçada. Agora só falta Rio e os seus conselheiros trazerem no próximo Verão  a Feira Popular para este nobre lugar que já foi sala de visitas do Porto. Então Rio poderá ter aí à mão o Rei das Farturas, o Rei das Iscas, o Rei dos matraquilhos!... Sim porque o Rei do mau gosto já está na Câmara

Sejam felizes, antonio


Sinto-me: cáustico
Música: "O Rio corre para o mar"

Publicado por antonioduvidas às 17:01
link do artigo | Comentar | Ver comentários (2) | Adicionar aos favoritos
|

Terça-feira, 13 de Fevereiro de 2007
A propósito do tipo de comentário que já não devia aparecer De am a 13 de Fevereiro de 2007 às 01:49

O anonimato é, realmente, a capa agradável que protege. Apresentar ideias, debater princípios, discordar de opiniões, esgrimir argumentos é, realmente, uma tarefa que dá trabalho e deste, nem todos gostam. Bem sei que se eu disser que sou fr iludi o anonimato embora não tenha feito mais que o camuflar. O alimento dos blogs são, de facto, os comentários que vão aparecendo. Todavia, uma coisa eu tenho a certeza: comentar não é chamar nomes a ninguém e muito menos ser grosseiro(a). Outrora, a censura não nos deixou comentar. Agora, a falta de educação leva-nos a tecer um único comentário: é lamentável. Tenho dito. Francisco Rodrigues



Publicado por caminheiro1 às 22:32
link do artigo | Comentar | Ver comentários (1) | Adicionar aos favoritos
|

"O meio quilo"

Era eu ainda criança e lá pela minha aldeia havia gente verdadeiramente necessitada. Não havia reformas e as pessoas mais frágeis resignavam-se à sua condição de gente com graves carências nem sempre colmatadas pelos familiares também eles depauperados. Salazar tinha dito aos portugueses “livro-vos da guerra mas não da fome” e o povo agradeceu. Havia pobres e esta palavra tem uma carga forte, que andavam a pedir, esfarrapados, de terra em terra, ou porque a sorte nunca os bafejou ou então porque situações adversas se cruzaram nas suas vidas. E aqui estou a recordar-me daquele que ainda conheci, era conhecido por “meio quilo”, a estender a mão pelas festas e feiras das redondezas depois de ter esbanjado toda uma riqueza passageira que granjeara nas minas de volfrâmio de Arouca. Chegou a ter no pós-guerra dois automóveis com chaufer além de propriedades e muita guita. Deambulava na sua volúpia para o casino de Espinho onde, segundo se dizia, a sorte lhe foi madrasta. Aqui abro um parênteses para dizer que o extinto Café Paladium que conheci, na R. Santa Catarina esquina com a Rua Passos Manuel(Porto), onde hoje funciona um pronto a vestir duma cadeia internacional e a FNAC, era um local de negociatas do volfrâmio. Abro novo parênteses para num acto retrospectivo lembrar aquele amplo café com entrada de portas giratórias, tinha também  salão de chã e na parte superior muitos bilhares.


A foto em baixo que obtive aqui no Porto é uma amostra da pobreza de hoje na cidade. É outro tipo de carência talvez afectiva, envergonhada, mas que já não é o pobrezinho esfarrapado da minha infância. De indumentária à maneira, este estende a mão de luvas, pois claro. Podíamos ser levados a especular que o nível social dos pobres da cidade está elevado mas não vamos por aí senão teríamos de admitir que o crescimento económico do país está nos tops e isso só acontece com os arrufos optimistas ou miserabilistas conforme as circunstâncias, pontuais, do ministro Pinho!...

Saudações, antonio



Publicado por antonioduvidas às 00:55
link do artigo | Comentar | Ver comentários (5) | Adicionar aos favoritos
|

Domingo, 11 de Fevereiro de 2007
Dia Mundial do Doente

 Neste dia temos oportunidade de reflectir um pouco mais sobre uma situação que nos pode apanhar a qualquer momento e sobre os que já foram apanhados por essa situação.

DIRECÇÃO GERAL DE SAÚDE

Saudações saudáveis do Francisco.


Sinto-me: Pouco doente, felizmente.
Música: 'Nascer outra vez' RITUAL TEJO
Marcadores:

Publicado por caminheiro1 às 23:46
link do artigo | Comentar | Adicionar aos favoritos
|

Quinta-feira, 8 de Fevereiro de 2007
O Referendo

Tal como no blog "magisterio" também aqui quero deixar a minha opinião, respeitavel como todas as outras, com a vossa anuência certamente.

Uma questão que devia ser consensual na sociedade é motivo de aguerridas oposições  que em vez de elucidar só baralham as consciências. Se as pessoas mais qualificadas divergem como poderá o povo, onde me englobo, ter uma atitude esclarecida!... Então tenho uma saída, nada dar para este peditório.

Até a igreja se põe em bicos de pés com atitudes fundamentalistas de alguns, do género comparar o aborto à morte de Saddan ou a excomunhão dos afirmativos. Eu sou daqueles que não reconheço autoridade à igreja para falar deste tema enquanto os membros eclesiásticos não forem casados e se mantiverem teóricamente celibatários!... De atitudes moralistas estamos fartos.

Parece que só aqueles padres que já arrumaram o missal na sacristia é que podem falar claro como aquele que hoje vem à estampa no JN.

     Façam por ser felizes, antonio

 



Publicado por antonioduvidas às 11:55
link do artigo | Comentar | Ver comentários (5) | Adicionar aos favoritos
|

Terça-feira, 6 de Fevereiro de 2007
Dia Internacional da Internet Segura

Ao comemorar-se hoje o Dia Internacional da Internet Segura, temos mais uma oportunidade de repensarmos a internet e a sua utilidade e utilização.

SEGURANÇA DAS CRIANÇAS NA INTERNET

Saudações internáuticas do Francisco.

Sinto-me: ok
Música: 'Paixão' RUI VELOSO
Marcadores:

Publicado por caminheiro1 às 14:38
link do artigo | Comentar | Adicionar aos favoritos
|

Segunda-feira, 5 de Fevereiro de 2007
Reencontro

Como somos professores, uns ainda no activo outros como eu já fora do baralho é giro vermos esta notícia de Penafiel mais propriamente de Paço de Sousa.

C/as minhas saudações, antonio



Publicado por antonioduvidas às 13:50
link do artigo | Comentar | Ver comentários (1) | Adicionar aos favoritos
|

Sexta-feira, 2 de Fevereiro de 2007
Quem é o «Pirata da Educação»?


O Ministério da Educação (ME) criou o «Prémio Nacional de Professores», para distinguir o melhor de entre quase 150 mil docentes portugueses. Os professores retaliam e criam o Prémio «Pirata da Educação».

«Decidimos entrar pela ironia para responder a essa afronta», explica ao PortugalDiário Mário Nogueira, dirigente do SPRC (Sindicato de Professores da Região Centro).

O ME decidiu atribuir um prémio pecuniário ao melhor professor português depois de «ter passado um ano a insultar os professores e de ter aprovado um Estatuto de Carreira Docente (ECD) que é uma afronta. As pessoas percebem que este prémio é uma forma de tentar encobrir o facto de o mérito na profissão ter sido trucidado por uma lógica economicista e por isso estão indignadas», diz o dirigente sindical.

«O prémio é uma farsa. É uma impossibilidade saber qual, entre quase 150 mil docentes, qual é o melhor. Logo à partida, o facto de o júri ser composto por membros do Ensino Superior tira a credibilidade ao prémio», acrescenta.

Os professores decidiram então retaliar e o SPRC criou o Prémio «Pirata da Educação», que «pretende distinguir a figura que, na opinião dos docentes da região centro, terá sido a mais sinistra da educação em 2006».

Além do «prémio principal de sinistralidade», os docentes vão ainda atribuir quatro «Menções Vergonhosas». Os candidatos ao prémio e menções não estão ainda definidos mas não restam dúvidas que o nome da ministra Maria de Lurdes Rodrigues e do secretário de Estado Valter Lemos.

Além destes, as nomeações poderão ir «do primeiro-ministro, à equipa ministerial de Educação e até um ou outro comentador», avança Mário Nogueira.

Uma «festa ao estilo dos Óscares»

Os objectivos, composição do júri, categorias das Menções Vergonhosas, forma de auscultação dos docentes e todos os restantes pormenores do prémio estão a ser discutidos pelos professores e vão ser divulgados pelo SPRC no próximo dia 6 de Fevereiro.

A «pompa e a circunstância serão garantidas pela presença de toda a Comissão Executiva do SPRC». Em princípio, a entrega dos prémios vai realizar-se na «Noite do Professor», um evento que o SPRC promove todos os anos em Junho, e «vai ser uma festa ao estilo dos Óscares».

Resta saber se os candidatos aos prémios vão sentir-se honrados com a nomeação e se irão até à festa receber os galardões.

Fonte: PortugalDiário

 




Falar da cidade!

Já que mandei umas bocas foleiras sobre a não participação de autores do blog, apresso-me a arrasoar aqui umas larachas antes que me atirem à cara que também sou um balda. De facto tenho sido mais assíduo noutro blog onde de quando em vez tenho mandado umas patacoadas.

A troca de saberes é sempre salutar, então hoje quero aqui deixar esta panorâmica da cidade do Porto. Cacei esta imagem a partir da Rua Chã que no tempo do Marquês de Pombal era habitada pela aristocracia, no consulado fascista virou logradouro de meretrizes (quem ainda se lembra dos Cafés Derby e Royal onde a mercadoria era exposta!) e actualmente está entregue ao comércio da chinesada. Rua Chã ali perto da estação de S. Bento onde chegavam os "parolos" vindos do Douro no comboio a vapor e que se deleitavam com o ambiente feminino dessa rua. Tristezas não pagam dívidas é um aforismo que se pode aqui aplicar a esses visitantes que vinham encher o ego.

 

Podemos desfrutar a beleza da imagem com a inconfundível Torre dos Clérigos, ex-libris da cidade. Em primeiro plano vemos a remodelada Av. D. Afonso Henriques, vulgo Av. da Ponte com as bocas do Metro - linha que passa por baixo que liga Gaia ao Polo Universitário. O casario, muito a cair de podre, qual Havana de Fidel, ainda não teve uma intervenção global de recuperação.É pena, senhores guardiões da autarquia, que quem vier que feche a porta!... Após o 25 de Abril a recuperação, aos bochechos, da zona histórica foi entregue ao CRUAB. Agora extinguiram-no e temos O PORTO VIVO. Se foi só uma mudança de nomes mal vai. Estou a lembrar-me da antiga JAE que mudou de nome por ordem do ministro Cravinho quando o seu ex-director General Garcia dos Santos soltou a lebre da corrupção (parece que ainda foi fustigado pelo então ministro por não estar caladinho). E anda agora Cravinho feito paladino da anti-corrupção!...

 

Lembro-me aqui e com que saudades dos tempos em que eu chegava também de comboio vindo de Vila Viçosa quando andava a estudar p´ra padre e solicitava o serviço de uma carrejona (havia por ali tantas) que a troco não sei quanto, mas que não iria além de 5$00 pois um almoço na extinta Adega do Sardão na Rua Duque de Loulé andava pelos 7#50, me levava a mala de cartão, sim senhor, à cabeça equilibrada numa rodilha pela Rua do Loureiro, Cimo de Vila, Batalha, Entreparedes até à garagem Galiza na Avenida Rodrigues de Freitas onde apanhava a carreira para a minha aldeia!

As carrejonas, que disputavam o serviço com os carros de praça (quase todos Mercedes 190), e a garagem já desapareceram do mapa. As ruas são as mesmas com outros actores. Na Batalha D. Pedro V mudou de sítio. Ah, e o comboio já não fumega!...

C/as m/saudações, antonio


Sinto-me: olheiro
Música: ao v/gosto

Publicado por antonioduvidas às 22:10
link do artigo | Comentar | Ver comentários (2) | Adicionar aos favoritos
|

Vídeo

 

Amnistia: até onde vai o preconceito?!

Há publicidade mesmo muito boa!


Marcadores:

Publicado por prof às 12:36
link do artigo | Comentar | Adicionar aos favoritos
|

Este blog é dos autores que já aderiram, a saber:
Pesquisar neste blog
 
Fevereiro 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
14
15
16
17
18

20
21
22
23
24
25

26
27
28
29


Artigos recentes

Passeios pelo Porto

1.º dia mundial da rádio

Quo vadis Portugal?

Guimarães, capital europe...

Pelo Jornal de Notícias

Quo vadis Portugal?

41.º encontro do curso

Finanças

Portugal, aos poucos, vai...

Cimeira

Passeio JN/FNAC de 27 de ...

Homenagem ao fado

Lançamento de livro

São Martinho

Entrega de prémios

Passeios pelo Porto

PPP = Parcerias Público P...

Estou revoltado.

Por favor, comentem.

Orgulho-me de ser paranhe...

Proclamação da República ...

Passeio JN/FNAC de 25 de ...

Quo vadis Portugal?

Passeios pelo Porto

Dia 24 de agosto

Violência em Londres

A cidade do Porto

O dia-a-dia

Efeméride

Dia da Amizade

Conhecer melhor a cidade ...

Conhecer melhor a cidade ...

Onde chegaste tu, Portuga...

Deprimente

Quem nos governou

Dia da mãe

Dia da Terra

Passeios pelo Porto

Tributo a Yuri Gagarin

Passeios pelo Porto

Rosa Albardeira - Baile P...

Passeios pelo Porto

Passeios pelo Porto

Dúvida

Dia do Pai

Homenagem

Passeios pelo Porto

Passeios pelo Porto

Desafio

A barragem do Tua

Arquivos

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Marcadores

1.º dia da rádio

24 de agosto

25 de abril

41.º encontro

5 de outubro

a "arma"

a escola já não é a mesma

A não perder

abril 2006

álcool

aliados

alimentação

almoço de 2005

aniversário

aniversários

antonio barreto

apelo

autores portugueses

avc

bibliotecas

boas vindas

bruxelas

capital cultura 2012

carnaval

cascatas

cidade

cinema

comboios

como participar no blog

comunicados

concurso fotografia

conhecer a cidade

consumidor

contrastes

conversas

crítica

Crítica

crónica de domingo

crónicas

cultura

debates

deprimente

desabafos

desafio

desafios e enigmas

desporto

destaques

dia da água

dia da amizade

dia da música

dia da poesia

dia do café

dia do consumidor

dia do não fumador

dia do pai

dia dos namorados

dia internacional da mulher

dia-a-dia

distinções

educação

Efeméride

efemérides

Efemérides

eleições

encontro 2007

encontro 2008

enganada

entrevistas

erros

espaço de pensamentos

estado de espírito

estou revoltado

europa

fado

feiras rurais

férias

Férias

finanças

fiscalidade

futebol

germano silva

guimaraes

lamentos

lembranças

lendo

livros

música

natal 2008

natal 2009

o porto a pé

passeios

porto

quo vadis portugal

quotidiano

república

são joão

são martinho

Subterrâneos

viagens

visitas guiadas

todas as tags

Ligações úteis
Participar

participe neste blog

mais comentados
Número de visitas
Site Counter
Bpath Counter
blogs SAPO
subscrever feeds