Os autores deste jornal virtual cumprimentam todos os que passam os olhos pelos assuntos destas páginas.
Segunda-feira, 30 de Abril de 2007
Uma facada no coração do Porto!

      (Foto do passado recente da Av. Aliados que foi desbaratada. Pelo respeito pelo local recuso-me a dar uma imagem actual)

 

Para pessoas como eu que gostam de preservar as memórias históricas nunca é de sobra referirmo-nos mais uma vez ao crime que foi praticado à luz do dia, à vista de toda a gente, na baixa do Porto.

 

Uma cidade tem referências que não podem ser deitadas ao caixote do lixo a belo prazer de um autarca, R. Rio em comunhão com génios da arquitectura, Sisa e S. Moura.

 

Só mesmo pessoas petrificadas é que conseguem dizer que o que foi feito na Avenida dos Aliados e na Praça da Liberdade é uma mais valia em relação ao que havia. Podem arranjar mil e um argumentos para justificar o injustificável mas a mim não me convencem. Aquilo é toda uma aridez tão saariana como as mentes dos autores que penso não devem dormir com tranquilidade como as pombas que cagam para o empedrado da obra.

 

Já muito este drama foi tratado nos blogs. Quero aqui sugerir o visionamento do blog  http://www.sargacal.com/2007/04/23/ainda-a-avenida-dos-aliados/   em que dois bloguistas se picardiam sobre a intervenção em causa mas nos finalmente cilindram em uníssono os autores de tão triste arranjo nos Aliados. Estou com eles.

 

      Façam por ser felizes, fiquem bem, antonio



Publicado por antonioduvidas às 12:25
link do artigo | Comentar | Ver comentários (4) | Adicionar aos favoritos
|

Domingo, 29 de Abril de 2007
Dia Mundial da Dança

      Neste Dia Mundial da Dança, o que poderemos fazer para comemorar dignamente esta efeméride?

REVISTA DA DANÇA PÚBLICO

Saudações dançarinas do Francisco.

Sinto-me: Dançarino
Música: 'A salsa das amoreiras' AFONSINHOS DO CONDADO
Marcadores:

Publicado por caminheiro1 às 09:02
link do artigo | Comentar | Ver comentários (2) | Adicionar aos favoritos
|

Sábado, 28 de Abril de 2007
Crónica do passado no presente

"O SABER NÃO OCUPA LUGAR"

Já o dizia a minha mãe

 

 

Mesmo sendo lugar comum,  decidi  intitular assim este trabalho, complementando o pormenor "já o dizia" com o  feliz acrescento "e ainda o diz", pois a minha mãe é uma jovem senhora de oitenta anos,  cheia de vida, fresca e muito linda ao ponto de meter as filhas num bolso.

 Esta simples história, acontecida há quase cinquenta anos e vivida por mim, contém uma miscelânea de emoções e sentimentos onde o passado interage com o presente e tem como objectivo demonstrar a assertividade do título acima referido.

Desculpem-me o facto de desejar partilhar esta simples história, um dos inúmeros acontecimentos da minha vida, mas a vida não é feita de pequenas coisas?

Tinha eu oito anos quando a Srª. minha mãe (diplomada em "Corte e Costura") resolveu que já era altura da filha mais velha (bem isto, da filha mais velha desbravar caminhos, dava pano para mangas) aprender a coser à máquina. E justificando a sua atitude (não que uma mãe precise de se justificar) dizia-me:

-Se um dia tirares um curso e não precisares de cozinhar, lavar, passar a ferro, etc., precisarás de o saber para ensinar e/ou corrigir a quem to faça.

-E se não tiveres quem to faça precisarás de saber para fazê-lo tu ( já tendo tomado consciência do tradicional destino das mulheres que acumulam funções domésticas com a sua actividade profissional).

Em suma, por isto ou aquilo, o certo é que tinha chegado a hora da catraia aprender a coser à máquina.

E lá foi a Maria da Graça pela 1ª. vez para a máquina. Lembram-se da vossa 1ª vez a andar de bicicleta? O dar aos pedais com a devida velocidade e sequência? Ora aí está! E dar ao pedal da máquina de costura? Era o cabo dos trabalhos. A agulha cosia para trás em vez de seguir em frente. Eu não dava o lanço devido e a agulha não havia meio de coser... E não era culpa da máquina, pois era uma Singer das boas (dizia orgulhosamente a Srª. D. Amélia) e com a Mestre cosia!

Depois de várias tentativas falhadas e tendo a instrutora já perdido e paciência levei uma sapatada e, de imediato, aprendo a coser!  (É caso para reflectir no valor didacticopedagógico da sapatada, não que eu seja a favor do bater, mas nem oito nem oitenta e no meio termo está a virtude). E lá deslizava alegremente a agulha pelo tecido fora , parecendo à instruenda que afinal até era fácil coser à máquina.

Esta história ficou-me gravada para sempre e tal era a ternura que nutria por ela, que resolvi, há cerca de um ano, comprar uma máquina de costura mas antiga, daquelas mesmo velhinhas e tinha que ser Singer, claro.

Volvidos os cinquenta anos acima referidos, o meu filho, já adulto, vem pedir-me para lhe coser umas calças que tinham descosido. E lá fui eu toda feliz para a máquina arranjar as calças. Pois, eu sabia coser à máquina... Até fiz  "costura inglesa"!

Quando entreguei as calças ao meu filho ( e ele me diz: -Que bem! Obrigado.) aconteceu uma mistura de sentimentos de amor, gratidão e felicidade, entrecruzando o meu passado junto da minha mãe com o presente junto do meu filho e fiquei orgulhosa por ter conseguido aplicar os ensinamentos que a minha mãe me tinha dado. Pensei sorrindo:

- O saber não ocupa lugar.

 

 

Saudações culturais

Maria da Graça



Publicado por Maria da Graça às 22:00
link do artigo | Comentar | Ver comentários (2) | Adicionar aos favoritos
|

Piscar o olho pela cidade!

Na CMPorto nem tudo é mau. Organiza graciosamente nos meses de Abril e Maio passeios pela cidade, orientados por gente que sabe da poda, Júlio Couto e Helder Pacheco. São aos sábados. Hoje participei e fui ver a Foz Velha e gostei.Então inscrevi-me, é de borla.  O ponto de partida foi na Cantareira e aqui logo a primeira informação preciosa, aquele antigo farol, junto aos Pilotos, tinha a particularidade de ser a fogo, foi o primeiro na Península Ibérica. O Dr. Júlio Couto, que só conhecia dos jornais, foi o condutor desta aula ao ar livre, recomenda-se, até pelas buchas humorísticas que vai metendo a propósito de tudo ou de nada. A Foz Velha que hoje faz parte da malha urbana da cidade, ficava distante, as pessoas diziam: vamos ao Porto. Rua, ruelas, becos, caminhos, escadas e escadinhas ou pequenos miradouros, tudo foi calcorreado por jovens, maduros e terceira idade, admirando as construções dos séculos XVIII e XIX. O perfume dos quintais entrou-nos pelas narinas dando-nos um consolo poético. “Este magnífico pulmão verde” dizia o sabedor Júlio Couto, na Rua de Luís Cabral, está condenado para um condomínio fechado, provocando nos acompanhantes um, Ah! Que pena!
A caminhada finalizou-se no belo jardim do Passeio Alegre onde se pode admirar o Chalé do Carneirinho, o imponente chafariz, estatuetas no lago, o WC de “belle époque”, monumento a Raul Brandão e já agora puxando sentimentalmente a brasa para a minha sardinha, o belo edifício recuperado (já falei nele), antiga escola, onde leccionei no primeiro ano. Foram também feitas referências aos escritores Raul Brandão e Eugénio de Andrade que viveram por ali.

Sejam felizes e fiquem bem, antonio


Marcadores:

Publicado por antonioduvidas às 19:56
link do artigo | Comentar | Ver comentários (3) | Adicionar aos favoritos
|

Querem conhecer melhor a Ministra da Educação II ?

ENTREVISTA DA MINISTRA DA EDUCAÇÃO

Aí está meus caros, a revista VISÃO onde podem ler na íntegra a entrevista da ministra da educação. Como já tive oportunidade de referir, o que mais me chocou foi o exemplo que ela foi buscar : A FAVELA. Sim, estamos a falar da favela ou das favelas do Brasil. Tem tudo a ver, não tem? É mesmo comparável, não acham? A favela do Rio de Janeiro e os agregados habitacionais onde estão as escolas portuguesas. Exactamente.

Saudações irritadas do Francisco.


Sinto-me: Com azia
Música: 'Irreal social' BAN
Marcadores:

Publicado por caminheiro1 às 00:10
link do artigo | Comentar | Adicionar aos favoritos
|

Quinta-feira, 26 de Abril de 2007
Querem conhecer melhor a Ministra de Educação de Portugal?

Mundo - Brasil - Viver e morrer numa favela

Confesso-vos que hesitei em deixar o título deste artigo. E a razão é a de que já devem pensar que se trata de vos apresentar, uma vez mais, o video do que se passou em Santa Maria da Feira numa aparição pública da ministra. Nada disso. Desta vez, preciso de vos relembrar o que é uma favela. E o que de melhor encontrei on-line foi exactamente este artigo da revista VISÃO. Feita a recordação, conduzo-vos para a leitura da mesma revista, mas do dia 26 de Abril de 2007. E muito particularmente para a entrevista da ministra. Prometo-vos que não é enfadonha e dou um doce a quem não ficar admirado como eu fiquei. Admirado? CHOCADO! IRRITADO! FULO! Então não é que esta ministra, à questão da possibilidade de aluguer das escolas a casamentos, baptizados, comunhões e outras reuniões, não responde que, tendo ido ao Brasil, viu como, na favela que visitou, a escola era o centro das atenções, fazendo até com que a orientação das contruções fosse virada para a mesma...???!!! Não me fiz entender? é normal. Estou tão irritado que até a prosa sofre. Mas não podia deixar de escrever isto hoje e agora. Até vou ver se os comentadores televisivos do costume gastam alguma palavra sobre isto...Não há pachorra!!!


Sinto-me: Em choque
Música: 'Espalhem a notícia' SÉRGIO GODINHO
Marcadores:

Publicado por caminheiro1 às 22:55
link do artigo | Comentar | Ver comentários (2) | Adicionar aos favoritos
|

Guernica foi há 70 anos

Guernica ou Gernika, conforme o ponto de vista. Essas questões de nomenclatura são indiferentes. O que não é indiferente, contudo, é o que ali se passou naquela pacata vila. Ou não deve ser indiferente. E, portanto, como cidadãos do mundo e cada vez mais cidadãos ibéricos, temos a obrigação de relembrar acontecimentos como este. Nesse sentido, aqui deixo a minha sugestão.

GUERNICA ou GERNIKA

Saudações pacíficas do Francisco.


Sinto-me: Aterrado
Música: 'Eu vim de longe' JOSÉ MÁRIO BRANCO
Marcadores:

Publicado por caminheiro1 às 21:59
link do artigo | Comentar | Ver comentários (3) | Adicionar aos favoritos
|

Quarta-feira, 25 de Abril de 2007
33.º aniversário do 25 de Abril

Para comemorarmos esta efeméride, nada melhor do que recordarmos o que aconteceu nesta data.

O 25 de Abril de 1974

ASSOCIAÇÃO 25 DE ABRIL

INSTITUTO CAMÕES

BIBLIOTECA NACIONAL

UNIVERSIDADE DE COIMBRA

Saudações livres do Francisco.


Sinto-me: Activista
Música: 'Os bravos' JOSÉ AFONSO
Marcadores:

Publicado por caminheiro1 às 01:06
link do artigo | Comentar | Ver comentários (2) | Adicionar aos favoritos
|

Terça-feira, 24 de Abril de 2007
A noite anterior ao 25 de Abril

      Amanhã faz 33 anos que o Povo veio à rua com o MFA - Movimento das Forças Armadas para DERRUBAR o regime, DESCOLONIZAR e DESENVOLVER. Os 3 D's, como escreve José Carlos de Vasconcelos no Lornal de Letras 954. É importante lembrar as senhas utilizadas na noite de 24 de Abril para pôr em marcha a acção.

      Assim, a primeira senha radiofónica foi

E DEPOIS DO ADEUS

      A segunda senha radiofónica utilizada foi

GRÂNDOLA VILA MORENA

Saudações livres do Francisco.


Sinto-me: Activista
Música: 'Canto do amanhecer' CARLOS PAREDES
Marcadores:

Publicado por caminheiro1 às 23:46
link do artigo | Comentar | Ver comentários (4) | Adicionar aos favoritos
|

Segunda-feira, 23 de Abril de 2007
Dia Mundial do Livro

      Hoje, Dia Mundial do Livro, é a oportunidade soberana de repensarmos o assunto. Há, até, quem lhe chame Dia Mundial do Livro e dos Direitos de Autor.

Sítios a visitar
IPLB

ALMEDINA

PORTAL DO CIDADÃO

WIKIPÉDIA

FEUP

Saudações literárias do Francisco.


Sinto-me: Minimamente letrado
Música: 'Uma noite para comemorar' MAFALDA VEIGA
Marcadores:

Publicado por caminheiro1 às 14:40
link do artigo | Comentar | Ver comentários (1) | Adicionar aos favoritos
|

Domingo, 22 de Abril de 2007
Espaço de Provérbios

"Abril frio e molhado, enche o celeiro e farta o gado."

Saudações proverbiais do Francisco


Sinto-me: Bem
Música: 'O prometido é devido' RUI VELOSO
Marcadores:

Publicado por caminheiro1 às 23:01
link do artigo | Comentar | Ver comentários (1) | Adicionar aos favoritos
|

Dia Mundial da Terra

      Neste Dia Mundial da Terra temos oportunidade de reflectir um pouco mais sobre a nossa casa e o que ainda podemos fazer para a poupar a mais agressões.

Sítios a visitar

NATURLINK

CONFAGRI

CIBERIA

Saudações terrestres do Francisco.


Sinto-me: Preocupado com as agressões
Música: 'Não sou o único' RESISTÊNCIA
Marcadores:

Publicado por caminheiro1 às 22:49
link do artigo | Comentar | Ver comentários (2) | Adicionar aos favoritos
|

Espaço de Provérbios

Vamos lá começar!

 

Caros Leitores bloguistas  

 

Sentindo que já se habituaram ao meu modo extrovertido e dinâmico e desejando não melindrar ninguém, "Vamos lá começar!"!

 

Bem esperei que algum(uns) simpático(s) leitor(es) [e nesta observação também incluo (as valorosas) mulheres] "arrancassem com o "Espaço dos Provérbios". Como não houve qulaquer adesão, transcrevo alguns provérbios, em ar de pedir  a vossa colaboração!

 

 "Mais Vale tarde do que nunca."

 "Água mole em pedra dura tanto bate até que fura."

 

Considerando provérbios como "ditados populares" transmitidos através dos tempos, e como tal sem autor específico,  os mesmos serão transcritos sem a enumeração do autor ou generalizando.

Autor: POVO

 

Com toda a minha humildade e respeitando plenamente a vossa autonomia e liberdades de acção e de expressão, entenda-se a razão da minha simpática solicitação da vossa participação. É demasiado óbvio que não pretendo "subordinar" a escrita, de quem quer que seja, aos "Espaços" criados, mas, sim e apenas, entusiasmar-vos a participarem como autores, pois temas já os há.

 

E, já agora, mais um pormenor: Por que não iniciarmos o tema "Lendas", o qual constaría do "Espaço de Leitura"? Incentivo-vos a divulgarem "As lendas da vossa terra e/ou região". Neste sub-tema também teriam lugar "Lendas Infantis" (nacionais e estrangeiras) e por associação "Fábulas" "Contos" e "A fantasia infantil com o seu mundo do fantástico".

 

Saudações dinamizadoras

Maria da Graça



Publicado por Maria da Graça às 22:45
link do artigo | Comentar | Ver comentários (5) | Adicionar aos favoritos
|

Espaço de Leitura

Sugestão

 

 

Seguindo os parâmetros referidos neste espaço, permito-me propor a leitura de " O Papalagui " (Discursos de Tuiavii, Chefe de tribo de Tiavéa nos mares do Sul), recolhidos por Erich Scheurmann, Edições Antígona.

É uma obra pequenina, fácil e rápida de ler, em que um Chefe duma tribo indígena demonstra como vê os chamados "civilizados".

 

 

Saudações humanizadas

Maria da Graça

 

 



Publicado por Maria da Graça às 19:00
link do artigo | Comentar | Adicionar aos favoritos
|

Espaço de Pensamentos

 

 

Pensamento(s) do dia

 

 

" O que se faz num dia é semente de felicidade para o dia seguinte."

Autor desconhecido

 

 

"A vida é bela! Não dês cabo dela..."

Maria da Graça

 

 

Saudações felizes

Maria da Graça



Publicado por Maria da Graça às 18:40
link do artigo | Comentar | Adicionar aos favoritos
|

Este blog é dos autores que já aderiram, a saber:
Pesquisar neste blog
 
Fevereiro 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
14
15
16
17
18

20
21
22
23
24
25

26
27
28
29


Artigos recentes

Passeios pelo Porto

1.º dia mundial da rádio

Quo vadis Portugal?

Guimarães, capital europe...

Pelo Jornal de Notícias

Quo vadis Portugal?

41.º encontro do curso

Finanças

Portugal, aos poucos, vai...

Cimeira

Passeio JN/FNAC de 27 de ...

Homenagem ao fado

Lançamento de livro

São Martinho

Entrega de prémios

Passeios pelo Porto

PPP = Parcerias Público P...

Estou revoltado.

Por favor, comentem.

Orgulho-me de ser paranhe...

Proclamação da República ...

Passeio JN/FNAC de 25 de ...

Quo vadis Portugal?

Passeios pelo Porto

Dia 24 de agosto

Violência em Londres

A cidade do Porto

O dia-a-dia

Efeméride

Dia da Amizade

Conhecer melhor a cidade ...

Conhecer melhor a cidade ...

Onde chegaste tu, Portuga...

Deprimente

Quem nos governou

Dia da mãe

Dia da Terra

Passeios pelo Porto

Tributo a Yuri Gagarin

Passeios pelo Porto

Rosa Albardeira - Baile P...

Passeios pelo Porto

Passeios pelo Porto

Dúvida

Dia do Pai

Homenagem

Passeios pelo Porto

Passeios pelo Porto

Desafio

A barragem do Tua

Arquivos

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Marcadores

1.º dia da rádio

24 de agosto

25 de abril

41.º encontro

5 de outubro

a "arma"

a escola já não é a mesma

A não perder

abril 2006

álcool

aliados

alimentação

almoço de 2005

aniversário

aniversários

antonio barreto

apelo

autores portugueses

avc

bibliotecas

boas vindas

bruxelas

capital cultura 2012

carnaval

cascatas

cidade

cinema

comboios

como participar no blog

comunicados

concurso fotografia

conhecer a cidade

consumidor

contrastes

conversas

crítica

Crítica

crónica de domingo

crónicas

cultura

debates

deprimente

desabafos

desafio

desafios e enigmas

desporto

destaques

dia da água

dia da amizade

dia da música

dia da poesia

dia do café

dia do consumidor

dia do não fumador

dia do pai

dia dos namorados

dia internacional da mulher

dia-a-dia

distinções

educação

Efeméride

efemérides

Efemérides

eleições

encontro 2007

encontro 2008

enganada

entrevistas

erros

espaço de pensamentos

estado de espírito

estou revoltado

europa

fado

feiras rurais

férias

Férias

finanças

fiscalidade

futebol

germano silva

guimaraes

lamentos

lembranças

lendo

livros

música

natal 2008

natal 2009

o porto a pé

passeios

porto

quo vadis portugal

quotidiano

república

são joão

são martinho

Subterrâneos

viagens

visitas guiadas

todas as tags

Ligações úteis
Participar

participe neste blog

mais comentados
Número de visitas
Site Counter
Bpath Counter
blogs SAPO
subscrever feeds