Os autores deste jornal virtual cumprimentam todos os que passam os olhos pelos assuntos destas páginas.
Terça-feira, 26 de Fevereiro de 2008
"Prós e Contras"

Estimados colegas

Não pode ter sido indiferente a ninguém o debate no programa Prós e Contras da RTP, em 25/02/2008. Como tal, declaro aberto o fórum. Não me digam que ainda vai ser desta que vão passar por aqui e nem uma palavra sobre o assunto vão deixar... Eu não acredito, sinceramente. Todavia, aguardo calma e serenamente. Saudações docentes do Francisco.


Sinto-me: Esperançado
Música: 'Dava tudo' ADELAIDE FERREIRA
Marcadores:

Publicado por caminheiro1 às 23:25
link do artigo | Comentar | Ver comentários (1) | Adicionar aos favoritos
|

Segunda-feira, 25 de Fevereiro de 2008
Pobreza

Estou muito preocupado. É verdade. É que com estes dados que me são apresentados,não tenho motivos para não estar.

SOL

PÚBLICO

UNICEF

AGÊNCIA ECCLESIA

 

Saudações entristecidas do Francisco.


Sinto-me: Muito triste
Música: 'Não queiras saber de mim' RUI VELOSO
Marcadores:

Publicado por caminheiro1 às 14:41
link do artigo | Comentar | Adicionar aos favoritos
|

Contrastes

Eu estou cada vez mais burro. Eu não percebo nada de economia. Eu não entendo nada de dinheiro. Senão vejamos:

1 - Ouço e vejo as notícias dos lucros referentes a 2007 apresentados pelos bancos;

2 - Deduzo que se estes são os lucros apresentados, quais não terão sido na realidade...

3 - Ouço e vejo o presidente da CGD dizer que o preço do dinheiro vai aumentar porque se vivem tempos de crise financeira.

Deixem-me pensar em voz alta:

1 - CRISE FINANCEIRA???

2 - Qual CRISE FINANCEIRA???

3 - A que apresenta todos aqueles milhões de lucro em 2007?

Há aqui qualquer coisa que me escapa. Senão vejamos:

1 - Pobreza infantil

2 - Milhões de lucro em 2007

Não entendo. Confesso que não percebo. Se calhar, é mesmo para eu não perceber...

Saudações tripeiras do Francisco.


Sinto-me: Continuo muito triste
Música: 'Paciência' JOÃO PEDRO PAIS e MAFALDA VEIGA
Marcadores:

Publicado por caminheiro1 às 07:00
link do artigo | Comentar | Ver comentários (1) | Adicionar aos favoritos
|

Domingo, 24 de Fevereiro de 2008
Pela ruralidade

Elas voltaram!...
Estamos em Fevereiro e a temperatura está bastante agradável. As alterações climáticas são um dado adquirido e não mais nos podemos cingir ao calendário estático das estações do ano.
Se as cegonhas já permanecem todo o ano do baixo Vouga e as rolas continuam por cá a arrulhar sem interregnos, são sinais que tudo já não é como dantes.
Elas também voltaram mais cedo do que era habitual e já andam nos seus trinados madrigais a refazer os ninhos do beiral da minha casa velha, que deixaram do ano anterior. Voltaram de uma viagem de milhares de quilómetros desde a África do Sul. São as mensageiras que sempre anunciaram a Primavera.
Elas já voltaram, como eu gosto das andorinhas!...

  Saudaçõs primaveris, antonio



Marcadores:

Publicado por antonioduvidas às 12:00
link do artigo | Comentar | Ver comentários (1) | Adicionar aos favoritos
|

Quarta-feira, 20 de Fevereiro de 2008
Carros abandonados na cidade do Porto

Não vou ilustrar esta crónica porque respeito os proprietários dos veículos que estão abandonados. Vontade não me faltava, podem crer. Sempre era uma forma de aumentar a vergonha para a cidade do Porto. E não me faltava material para fotografar. Como por exemplo à minha porta. Na rua onde moro há, num espaço de 300 metros, 3 carros abandonados. Isto dá uma média comovedora, não acham? Não tenho corrido a cidade, nem coisa que se pareça mas tirando a Avenida dos Aliados e mais alguns arruamentos do centro da cidade, não faltam por aí exemplos para concretizar o que acabo de dizer. E o que é mais curioso é que a Câmara Municipal do Porto(CMP) tem um departamento que tem esse pelouro: o de sinalizar veículos abandonados ou estacionados há longa data no mesmo sítio. Longe vai o tempo em que víamos os veículos serem multados por excesso de tempo de permanência no mesmo local...Deixem-me então dizer-vos que liguei ao respectivo departamento da CMP e perguntei se queriam aceitar a denúncia de 3 veículos estacionados há mais de 6 meses no mesmo sítio, da mesma rua, da cidade do Porto. Como a resposta foi afirmativa, assim fiz. Identifiquei as marcas dos veículos, cor, matrículas e localização exacta dos mesmos. Agradeceram a denúncia e disseram que iam agir em conformidade. Agora pergunto eu: que acção e procedimentos terão tomado para, nestes 2 meses que passaram desde que telefonei e até à data em que escrevo estas linhas, os veículos continuarem no mesmo sítio, impávidos e serenos? É evidente que estão a retirar lugares de estacionamento aos poucos já existentes por esta cidade. E quanto à lixeira que estão a acumular no espaço que ocupam? Mas podemos alargar o panorama às imediações das esquadras da Polícia de Segurança Pública(PSP). Também tenho uma a 300 metros de minha casa. Passo por ela todos os dias úteis, pelo menos duas vezes. Sabem quantos veículos detidos, arrestados, imobilizados ou estacionados à guarda da PSP estão nas imediações da mesma, a retirar lugares de estacionamento e a dar um aspecto terceiromundista indesejável? Todos nós lemos há tempos no Jornal de Notícias que o vereador do urbanismo da CMP estava a estudar a solução para este problema. Eu posso dar-lhe uma ajuda, já e de borla: há instalações militares ou de ex-aquartelamentos que têm uma extensa área por ocupar. Há até uma, na Rua de Vale Formoso, à qual já foi dada o nome de super-esquadra. Tem até alguns desses veículos abandonados dentro. Contudo, não poderiam essas áreas servir, pelo menos provisoriamente, para retirar todos estes veículos das nossas ruas? Saudações tripeiras do Francisco.


Sinto-me: Bem
Música: 'Fado do ladrão e do namorado' RUI VELOSO
Marcadores:

Publicado por caminheiro1 às 22:20
link do artigo | Comentar | Adicionar aos favoritos
|

Terça-feira, 19 de Fevereiro de 2008
Nacos da vida
Já por aqui falei na primeira escola onde leccionei na Foz do Douro. Quando lá cheguei fui recebido pelo Delegado escolar que acumulava estas funções com o ensino, professor Ferreira da Costa. Era já um veterano, pertencia àquele estrato de professores primários com saberes adquiridos. Já aqui fiz, num post, em jeito de homenagem a minha admiração por esses mestres. Tinha, segundo me dizia, começado a sua carreira numa escola de Pataias, Alcobaça e contava-me muitas peripécias desse tempo que já as não tenho presente. Chegava à escola no seu “vauxall viva 1000”, era o único professor que chegava lá de pópó digno desse nome, havia outro que tinha uma chocolateira, os outros professores utilizavam os transportes públicos, principalmente o “amarelo”.
Morava na Foz contava-me umas histórias, estas ainda as tenho presente, das festas restritas que se faziam por ali, em que no fim após um convívio animado as chaves dos apartamentos dos pares eram colocadas numa mesa, baralhadas e depois tiravam à sorte e... iam-se divertir!... Comer sempre tripas à moda do Porto, um bom prato por sinal, era indigesto na óptica dos utentes parodiantes dessas festanças. Passadas mais de três décadas e meia estas malandrices já não fazem notícia, aliás nunca fizeram, agora tivemos tudo às escancaras como no “Salão erótico de Gondomar”, no Pavilhão multiusos que decorreu há pouco tempo. A coisa foi muito publicitada e segundo a imprensa até o major fez por lá uma aparição não descurando umas apalpadelas civilizadas. Mas isso também é a não notícia...
Mas ainda voltando ao citado professor, era um tipo da situação. Não fazia parte daquele naipe de professores primários que ao fim da tarde coçavam as cadeiras do Café Embaixador falando mais do mesmo com algum antifascismo de um ou outro sempre com as devidas cautelas pois os bufos nos cafés estavam à cuca destes tertulianos, era antes um isolacionista, salazarista vincado, estávamos em 1971. Dizia-me, sobre os malefícios da primeira república:
- Vá à biblioteca do Porto e veja nos jornais da época a balbúrdia que havia com manifestações e sarrafuscas, golpes e contra golpes quase todos os dias. E concluía, Salazar veio pôr ordem no país. (Ainda não se falava no 25 de Abril e na instabilidade que também se gerou durante o PREC).
Usava uma régua não para aquilo que estão certamente a pensar, mas para bater com ela na secretária, que já acusava o martírio, para chamar a atenção dos alunos qual professor do petiz, mais tarde escritor, Trindade Coelho que foi acompanhado à escola pela mão da governanta:
“Um mestre sem palmatória é um artista sem ferramenta, não faz nada. Santa Luzia milagrosa! Aqui onde a vê, senhora Helena,  tem feito muitos doutores”.
O certo é que naquela altura os alunos, na sua própria irrequietude, acatavam o mestre. Actualmente, e eu que tenho em casa duas filhas professoras, à hora do jantar é só ouvir histórias de cortar à faca, a ribaldaria no ensino é demais! Mas se olharmos para o lado parece que em todos os níveis acontece a mesma bandalheira por este país.
Onde estará o Sebastião José de Carvalho e Melo para pôr tudo nos trinques?!... Nem os actuais Távoras se safavam!...


Fiquem bem, antonio



Marcadores:

Publicado por antonioduvidas às 09:12
link do artigo | Comentar | Ver comentários (1) | Adicionar aos favoritos
|

Segunda-feira, 18 de Fevereiro de 2008
2.º aniversário

Parabéns a você.

E eis que este blog consegue chegar ao seu segundo ano de vida. Estão, também, de parabéns todos quantos têm contribuído para isso. Vamos trabalhar para que ele cresça com amor e carinho? É o que se costuma fazer com os bébés de 2 anos, não é? Saudações bloguistas do Francisco.


Sinto-me: Feliz
Música: ´Parabéns a você' POPULAR
Marcadores:

Publicado por caminheiro1 às 14:27
link do artigo | Comentar | Ver comentários (1) | Adicionar aos favoritos
|

Sexta-feira, 15 de Fevereiro de 2008
Sugestão

Numa atitude de razoabilidade sugere-se ao pensador deste blogue que sejam eliminados os autores que pelas mais variadas razões, há mais de dois meses, não prestam qualquer colaboração visivel.

    (antonio)



Publicado por antonioduvidas às 12:23
link do artigo | Comentar | Ver comentários (3) | Adicionar aos favoritos
|

Segunda-feira, 11 de Fevereiro de 2008
Foto do dia

 

No Parque da Lavandeira, em Gaia, a Primavera anuncia-se!...

 

  (antonio)



Publicado por antonioduvidas às 16:29
link do artigo | Comentar | Ver comentários (1) | Adicionar aos favoritos
|

Quinta-feira, 7 de Fevereiro de 2008
Recordar é viver.
Estas são algumas fotografias que datam de 1969 ou 1970 ou 1971, visto serem do Curso de 1969/71 da Escola do Magistério Primário do Porto e que fazem parte de um dos álbuns que pode ser visto em http://picasaweb.google.com/rodrigues.franciscosousa


Publicado por caminheiro1 às 22:43
link do artigo | Comentar | Adicionar aos favoritos
|

Quarta-feira, 6 de Fevereiro de 2008
Carnaval 2008 na Avenida dos Aliados


Publicado por caminheiro1 às 23:47
link do artigo | Comentar | Adicionar aos favoritos
|

Terça-feira, 5 de Fevereiro de 2008
Carnaval 2008 no Porto
Carnaval de 2008 na Avenida dos Aliados

      No dia 5 de Fevereiro de 2008 a Avenida dos Aliados serviu de montra dos fantasiados de Carnaval. O convite que vos faço é o de visitarem o álbum que contém 311 fotografias e está acessível AQUI. Os autores das mesmas são Maurício Branco e Francisco Rodrigues.

Saudações carnavalescas do Francisco.

Sinto-me: Fantasiado
Música: 'Momento' PEDRO ABRUNHOSA
Marcadores:

Publicado por caminheiro1 às 22:44
link do artigo | Comentar | Adicionar aos favoritos
|

Segunda-feira, 4 de Fevereiro de 2008
A Avenida dos Aliados

Pois é. Lá vou eu voltar ao assunto. Já todos viram certamente o espectáculo deprimente dos carrósseis na Avenida dos Aliados. Não é que eu tenha algo contra os carróseis. Merecem-me todo o respeito e nutro por eles e por outros divertimentos populares uma grande simpatia. Usei-os com os meus filhos, uso-os com o meu amigo Xavier de 6 anos e usá-los-ei com os meus netos. Mas em ambientes próprios. Em espaços públicos adequados. Nunca na Avenida dos Aliados. Ali, nunca me verão a usar tais divertimentos. Não sei que me parece mas não me parece bem. Para mim, era o mesmo que entrar na casa de quem me está a ler e pôr-me a dar uns toques com uma bola de futebol logo no átrio de entrada. Sinceramente, não critico os comerciantes ou industriais que conseguem que lhes aluguem aquele espaço. No lugar deles, sentir-me-ia honrado por me deixarem instalar ali os cavalinhos. O que critico, isso sim, é a falta de vergonha na cara de quem autoriza que façam aquilo à minha cidade. Por já não haver árvore gigantesca, há que arranjar outra coisa qualquer que chame o povo à avenida. Os meios justificam os fins? E será que os fins são, assim, atingidos? Quem fica atingido, isso sim, e muito, é quem sente esta cidade, porque quem não a sente faz o que se vê...


Sinto-me: Revoltadíssimo
Música: 'Amor' HERÓIS DO MAR
Marcadores:

Publicado por caminheiro1 às 00:32
link do artigo | Comentar | Adicionar aos favoritos
|

Este blog é dos autores que já aderiram, a saber:
Pesquisar neste blog
 
Fevereiro 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
14
15
16
17
18

20
21
22
23
24
25

26
27
28
29


Artigos recentes

Passeios pelo Porto

1.º dia mundial da rádio

Quo vadis Portugal?

Guimarães, capital europe...

Pelo Jornal de Notícias

Quo vadis Portugal?

41.º encontro do curso

Finanças

Portugal, aos poucos, vai...

Cimeira

Passeio JN/FNAC de 27 de ...

Homenagem ao fado

Lançamento de livro

São Martinho

Entrega de prémios

Passeios pelo Porto

PPP = Parcerias Público P...

Estou revoltado.

Por favor, comentem.

Orgulho-me de ser paranhe...

Proclamação da República ...

Passeio JN/FNAC de 25 de ...

Quo vadis Portugal?

Passeios pelo Porto

Dia 24 de agosto

Violência em Londres

A cidade do Porto

O dia-a-dia

Efeméride

Dia da Amizade

Conhecer melhor a cidade ...

Conhecer melhor a cidade ...

Onde chegaste tu, Portuga...

Deprimente

Quem nos governou

Dia da mãe

Dia da Terra

Passeios pelo Porto

Tributo a Yuri Gagarin

Passeios pelo Porto

Rosa Albardeira - Baile P...

Passeios pelo Porto

Passeios pelo Porto

Dúvida

Dia do Pai

Homenagem

Passeios pelo Porto

Passeios pelo Porto

Desafio

A barragem do Tua

Arquivos

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Marcadores

1.º dia da rádio

24 de agosto

25 de abril

41.º encontro

5 de outubro

a "arma"

a escola já não é a mesma

A não perder

abril 2006

álcool

aliados

alimentação

almoço de 2005

aniversário

aniversários

antonio barreto

apelo

autores portugueses

avc

bibliotecas

boas vindas

bruxelas

capital cultura 2012

carnaval

cascatas

cidade

cinema

comboios

como participar no blog

comunicados

concurso fotografia

conhecer a cidade

consumidor

contrastes

conversas

crítica

Crítica

crónica de domingo

crónicas

cultura

debates

deprimente

desabafos

desafio

desafios e enigmas

desporto

destaques

dia da água

dia da amizade

dia da música

dia da poesia

dia do café

dia do consumidor

dia do não fumador

dia do pai

dia dos namorados

dia internacional da mulher

dia-a-dia

distinções

educação

Efeméride

efemérides

Efemérides

eleições

encontro 2007

encontro 2008

enganada

entrevistas

erros

espaço de pensamentos

estado de espírito

estou revoltado

europa

fado

feiras rurais

férias

Férias

finanças

fiscalidade

futebol

germano silva

guimaraes

lamentos

lembranças

lendo

livros

música

natal 2008

natal 2009

o porto a pé

passeios

porto

quo vadis portugal

quotidiano

república

são joão

são martinho

Subterrâneos

viagens

visitas guiadas

todas as tags

Ligações úteis
Participar

participe neste blog

mais comentados
Número de visitas
Site Counter
Bpath Counter
blogs SAPO
subscrever feeds