Os autores deste jornal virtual cumprimentam todos os que passam os olhos pelos assuntos destas páginas.
Sexta-feira, 13 de Abril de 2007
Centelhas do baú

Às vezes dou por mim a ir atrás buscar memórias dos primeiros anos em que comecei a trabalhar no ensino. Ainda a revolução dos cravos (leia-se 25 de Abril de 1974 para os mais novos), estava na barriga da mãe e os militares portugueses andavam por terras africanas, entre o capim, à procura dos “turras”. Por cá Marcelo Caetano, chefe do governo, andava incomodado com as agulhadas dos cabos de guerra Costa Gomes e Spínola, este com o livro “Portugal e o futuro”, que lhe queriam fazer a cama, mas por outro lado confiante no apoio da velharia dos generais da brigada do reumático que lhe davam palmadinhas nas costas.

Tive o privilégio de no primeiro ano ir parar a uma escola, na imagem, que ficava no lado poente do jardim do Passeio Alegre com vista soberba sobre o Rio Douro e o mar. Hoje já não funciona como escola mas o edifício está lindamente remodelado, pertence à Câmara Municipal do Porto. Há uns anos, ao tempo da vereadora Ernestina Miranda pensou-se fazer lá o museu da escola primária, a coisa abortou com a mudança camarária e as trapalhadas que envolveram a edil sobre contas mal paradas, e foi pena pois entretanto certamente muito material vai-se perdendo.

Leccionei aí uma 4ª classe, designação da altura, e no final do ano estava prestes o exame que ia ser feito por um jurí na Escola do Bairro da Fonte da Moura. Na altura a coisa fiava fininho, era a sério! Parece que agora querem pôr termo à bagunça mas já vai um bocado tarde! Como tinha um aluno tremido, estava eu na dúvida se o devia ou não propor a exame eis que me aparece a avó que na conversa choradinha, pois queria o bem do netinho, me suplicava para eu o propor a exame. Fiquei sensibilizado e perante a minha condescendência a avozinha mete-me na mão, à socapa, uma nota de 20$00 (na altura o JN custava 1$50 só para termo de comparação) que eu recusei simpaticamente mas com dificuldade pois a senhora fazia questão!

Da mesma turma havia um outro aluno com dificuldades, repetente, burro como um calhau segundo o pai entenda-se, que era motorista da DGS – Direcção Geral de Segurança, vulgo PIDE. No ano seguinte topei o cavalheiro no já extinto “Nosso Café” ao Campo 24 de Agosto. O filho dum gaio andava, com o libido à flor da pele, por ali a trincar (papar numa linguagem metafórica e mais tripeira) pela calada da noite a sopeira do palacete que fica ao fundo da Avenida Camilo. Ficava-lhe à mão de semear, pois a sede da PIDE/DGS, hoje museu militar, era ali a dois passos no largo Soares dos Reis. Coisas dos humanos!... Franc. se fizer um esforço de memória, pois marrava também nesse café na fila das mesas destinadas a estudantes como indicava o escrito acompanhado de setinha na parede, porque morava perto, deve-se lembrar deste meu vasculhar de memórias, pois segundo penso, fez parte do júri de exame do filho. São nacos do “puzzle” da vida e que relato aqui apenas, tão só e agora, como ginástica mental!...

E por agora me fico, mas voltarei a falar sobre “O Nosso Café”.
Sejam felizes, antonio


Marcadores:

Publicado por antonioduvidas às 19:50
link do artigo | Comentar | Adicionar aos favoritos

4 comentários:
De Franc a 14 de Abril de 2007 às 15:22
Sim senhor, meu caro. Esta é uma crónica de respeito. Recordar é viver. E queira Deus que vivamos para recordar com a frescura com que tu recordas estas vivências. Confirmo, sim senhor, o marranço nas mesas do extinto NOSSO CAFÉ. Aquele abraço do Francisco.


De Maria da Graça a 14 de Abril de 2007 às 20:15
Já começo a ser assídua! Olá amigos!
"Recordar é viver", lá diz o ditado. Mas, a meu ver, mais importante, do que (re)viver certas circunstâncias do passado, será DIVULGÁ-LAS, pois dá gozo ao autor e aos leitores. António, não deixes cair no esquecimento o tema "Percorrendo a cidade do Porto". Gostei demais desse artigo.
Continuem "os guardiões" deste blog. É pena não
haver maior adesão...
Maria da Graça


De Maria da Graça a 14 de Abril de 2007 às 23:01
Amigo António: "o seu a seu dono" e nada de "deturpar" o título já seleccionado pelo seu autor, pelo que apresento o meu pedido de desculpas, pois não é "percorrer a cidade" mas sim "Olhar a cidade" (do qual eu gosto muito mais).
Maria da Graça


De antonioduvidas a 14 de Abril de 2007 às 23:40
Sim Mª da Graça cada um de nós terá certamente um "olhar a cidade" depende da perspectiva e predisposição para a sentir.
Obrigado por leres e comentares, antonio


Comentar artigo

Este blog é dos autores que já aderiram, a saber:
Pesquisar neste blog
 
Fevereiro 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
14
15
16
17
18

20
21
22
23
24
25

26
27
28
29


Artigos recentes

Passeios pelo Porto

1.º dia mundial da rádio

Quo vadis Portugal?

Guimarães, capital europe...

Pelo Jornal de Notícias

Quo vadis Portugal?

41.º encontro do curso

Finanças

Portugal, aos poucos, vai...

Cimeira

Passeio JN/FNAC de 27 de ...

Homenagem ao fado

Lançamento de livro

São Martinho

Entrega de prémios

Passeios pelo Porto

PPP = Parcerias Público P...

Estou revoltado.

Por favor, comentem.

Orgulho-me de ser paranhe...

Proclamação da República ...

Passeio JN/FNAC de 25 de ...

Quo vadis Portugal?

Passeios pelo Porto

Dia 24 de agosto

Violência em Londres

A cidade do Porto

O dia-a-dia

Efeméride

Dia da Amizade

Conhecer melhor a cidade ...

Conhecer melhor a cidade ...

Onde chegaste tu, Portuga...

Deprimente

Quem nos governou

Dia da mãe

Dia da Terra

Passeios pelo Porto

Tributo a Yuri Gagarin

Passeios pelo Porto

Rosa Albardeira - Baile P...

Passeios pelo Porto

Passeios pelo Porto

Dúvida

Dia do Pai

Homenagem

Passeios pelo Porto

Passeios pelo Porto

Desafio

A barragem do Tua

Arquivos

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Marcadores

1.º dia da rádio

24 de agosto

25 de abril

41.º encontro

5 de outubro

a "arma"

a escola já não é a mesma

A não perder

abril 2006

álcool

aliados

alimentação

almoço de 2005

aniversário

aniversários

antonio barreto

apelo

autores portugueses

avc

bibliotecas

boas vindas

bruxelas

capital cultura 2012

carnaval

cascatas

cidade

cinema

comboios

como participar no blog

comunicados

concurso fotografia

conhecer a cidade

consumidor

contrastes

conversas

crítica

Crítica

crónica de domingo

crónicas

cultura

debates

deprimente

desabafos

desafio

desafios e enigmas

desporto

destaques

dia da água

dia da amizade

dia da música

dia da poesia

dia do café

dia do consumidor

dia do não fumador

dia do pai

dia dos namorados

dia internacional da mulher

dia-a-dia

distinções

educação

Efeméride

efemérides

Efemérides

eleições

encontro 2007

encontro 2008

enganada

entrevistas

erros

espaço de pensamentos

estado de espírito

estou revoltado

europa

fado

feiras rurais

férias

Férias

finanças

fiscalidade

futebol

germano silva

guimaraes

lamentos

lembranças

lendo

livros

música

natal 2008

natal 2009

o porto a pé

passeios

porto

quo vadis portugal

quotidiano

república

são joão

são martinho

Subterrâneos

viagens

visitas guiadas

todas as tags

Ligações úteis
Participar

participe neste blog

mais comentados
blogs SAPO
subscrever feeds