Os autores deste jornal virtual cumprimentam todos os que passam os olhos pelos assuntos destas páginas.
Quinta-feira, 23 de Agosto de 2007
Os carros das vacas

 

Os carros das vacas tinham na minha terra esta designação pois eram estes animais que ajudavam o homem nas várias tarefas agrícolas como lavrar e puxar o carro.
Os da imagem estão já numa semi-paralização, pois muito raramente saem debaixo do alpendre. Vários factores contribuem para isso: por um lado há menos lavradores, menos gado e menor rentabilidade agrícola, por outro a mecanização e a globalização.
O carro em primeiro plano é mais antigo, está equipado com uma sebe. A cabeçalha e as chedas, nestas estão implantados os tornos para uma boa amarração,  são de castanho, já o chadeiro é de madeira menos nobre, geralmente pinho. As rodas são de madeira dura, geralmente sobreiro ou carvalho. As cambas, duas em cada roda, são presas ao meão pelas relhas. Circularmente  o trilho pregado com cavilhas. O eixo é de madeira de lodão e apertado ao chadeiro pelos cocões, cantadeiras e pescazes numa perfeita engenhoca para bem girar.

Como actualmente já muito poucas pessoas estão familiarizadas com estes nomes da ruralidade deixo aqui uma comparação com os actuais nomes de um veículo automóvel. Assim podemos arriscar:
- cabeçalha e chedas: longarinas
- chadeiro: chassis
- meão e cambas: jantes
- trilho: pneu
- cocões e cantadeiras: sistema de rolamentos

Fiquem bem, antonio


Marcadores:

Publicado por antonioduvidas às 23:31
link do artigo | Comentar | Adicionar aos favoritos

3 comentários:
De Franc a 25 de Agosto de 2007 às 00:10
Que belas recordações tu me trazes meu caro! Em Cabeçais , aldeia da freguesia de Fermedo , concelho de Arouca, nos idos anos da década de 60 do século XX, que saudades eu tenho de ir em cima de um carro destes, puxado por dois bois castanhos, obedecendo cegamente à ordem do Sr. José da Casanova: " -Segura-te bem à sebe, Chico." Isto, quando íamos buscar pasto. Na vinda, eu já vinha sentado uns bons metros acima do chão o que fazia com que tivesse viajado muitas vezes deitado, de cu para o ar e de braços bem abertos para me agarrar à erva. Parece que estou a sentir aquele cheirinho no nariz...E o mais curioso é que apanhei cá um destes sustos quando, na primeira viagem de regresso, deixei de ver e ouvir o Sr. José a tocar os bois. É que eles sabiam o caminho de regresso a casa e, assim, o Sr. José podia cortar caminho. Muito obrigado, António.


De antonioduvidas a 26 de Agosto de 2007 às 19:47
Vá lá, vá lá Franc. ... também tens uma costela rural!...

(antonio)


De ana luisa a 31 de Agosto de 2007 às 10:27
Lindo!!

Eu nunca andei num, mas não esqueço o som dos carros de bois nas ruas da aldeia onde ia passar férias. Fomos uns privilegiados... férias em casa dos avós, carros de bois, ida à fonte e ao campo apanhar lenha para a lareira!!


Comentar artigo

Este blog é dos autores que já aderiram, a saber:
Pesquisar neste blog
 
Fevereiro 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
14
15
16
17
18

20
21
22
23
24
25

26
27
28
29


Artigos recentes

Passeios pelo Porto

1.º dia mundial da rádio

Quo vadis Portugal?

Guimarães, capital europe...

Pelo Jornal de Notícias

Quo vadis Portugal?

41.º encontro do curso

Finanças

Portugal, aos poucos, vai...

Cimeira

Passeio JN/FNAC de 27 de ...

Homenagem ao fado

Lançamento de livro

São Martinho

Entrega de prémios

Passeios pelo Porto

PPP = Parcerias Público P...

Estou revoltado.

Por favor, comentem.

Orgulho-me de ser paranhe...

Proclamação da República ...

Passeio JN/FNAC de 25 de ...

Quo vadis Portugal?

Passeios pelo Porto

Dia 24 de agosto

Violência em Londres

A cidade do Porto

O dia-a-dia

Efeméride

Dia da Amizade

Conhecer melhor a cidade ...

Conhecer melhor a cidade ...

Onde chegaste tu, Portuga...

Deprimente

Quem nos governou

Dia da mãe

Dia da Terra

Passeios pelo Porto

Tributo a Yuri Gagarin

Passeios pelo Porto

Rosa Albardeira - Baile P...

Passeios pelo Porto

Passeios pelo Porto

Dúvida

Dia do Pai

Homenagem

Passeios pelo Porto

Passeios pelo Porto

Desafio

A barragem do Tua

Arquivos

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Marcadores

1.º dia da rádio

24 de agosto

25 de abril

41.º encontro

5 de outubro

a "arma"

a escola já não é a mesma

A não perder

abril 2006

álcool

aliados

alimentação

almoço de 2005

aniversário

aniversários

antonio barreto

apelo

autores portugueses

avc

bibliotecas

boas vindas

bruxelas

capital cultura 2012

carnaval

cascatas

cidade

cinema

comboios

como participar no blog

comunicados

concurso fotografia

conhecer a cidade

consumidor

contrastes

conversas

crítica

Crítica

crónica de domingo

crónicas

cultura

debates

deprimente

desabafos

desafio

desafios e enigmas

desporto

destaques

dia da água

dia da amizade

dia da música

dia da poesia

dia do café

dia do consumidor

dia do não fumador

dia do pai

dia dos namorados

dia internacional da mulher

dia-a-dia

distinções

educação

Efeméride

efemérides

Efemérides

eleições

encontro 2007

encontro 2008

enganada

entrevistas

erros

espaço de pensamentos

estado de espírito

estou revoltado

europa

fado

feiras rurais

férias

Férias

finanças

fiscalidade

futebol

germano silva

guimaraes

lamentos

lembranças

lendo

livros

música

natal 2008

natal 2009

o porto a pé

passeios

porto

quo vadis portugal

quotidiano

república

são joão

são martinho

Subterrâneos

viagens

visitas guiadas

todas as tags

Ligações úteis
Participar

participe neste blog

mais comentados
blogs SAPO
subscrever feeds